Home Seleção Brasileira Principal "Independe do placar e do que vai acontecer nos três jogos, nós...

“Independe do placar e do que vai acontecer nos três jogos, nós vamos ter mais respostas”, afirma Pia sobre She Believes

-

Brasil estreia nesta quinta-feira, 18, diante da Argentina. Sueca destacou otimismo com a possibilidade de enfrenta grandes seleções na preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio

A Seleção Feminina faz sua estreia no Torneio She Believes, nesta quinta-feira, 18, diante da Argentina, às 18h. O quadrangular realizado em Orlando, nos Estados Unidos, ainda conta com a presença das anfitriãs, as norte-americanas, e a equipe do Canadá. Este será o primeiro desafio do ano para a técnica Pia Sundhage visando a preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

O Brasil enfrentará seleções com características distintas ao longo do Torneio She Believes, incluindo as atuais campeãs mundiais, os Estados Unidos. Segundo Pia, os estilos diferentes de jogos vão ajudar nas respostas que ela precisa para montar o elenco que poderá representar o Brasil nas Olimpíadas. Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira, 17, a comandante revelou que ama esses desafios da profissão, mas que o foco agora está na Argentina, adversária da estreia.

“Agora, na minha cabeça e no meu coração está ‘Nós vamos jogar contra a Argentina’, e nós estamos preparadas para esse jogo. Mas sobre jogar contra os Estados Unidos, o melhor time do mundo, e com o fato de eu ter alguma conexão com algumas das jogadoras me faz acreditar que será muito animador. Mas, agora, todas as emoções que eu tenho e táticas que estou pensando são contra a Argentina. Eu estou muito feliz que nós vamos ter a chance de jogar contra três times completamente diferentes e isso vai nos dar muitas respostas, especialmente se você joga diante das melhores. Vamos aguardar, independe do placar e do que vai acontecer nos três jogos, nós vamos ter mais respostas,” comentou Pia.

A última vez que o Brasil enfrentou a Argentina foi na estreia da técnica Pia Sundhage, em um jogo preparatório realizado no Pacaembu, com vitória Canarinho por 5 a 0. Para o novo encontro, a sueca compreende que será um desafio diferente. Além disso, ela depositou confiança na atuação de Debinha como um fator diferenciador.

“Argentina foi o meu primeiro jogo e eu me lembro dos cinco gols. Agora, será diferente e a maior diferença é a Debinha porque ela vai ajudar o time ainda mais na posição que ela joga. Será muito bom esse novo encontro, teremos jogadoras novas, mas eu acredito que a ideia central e as táticas serão as mesmas. Vamos ver como elas vão jogar contra nós também. Um jogo de cada vez. Contra a Argentina é difícil sentir como estão as jogadoras porque já faz mais de um ano que não atuam. Nós sabemos o estilo delas em seus times. Esperamos ter uma defesa agressiva, independente se vamos jogar com a Argentina ou com os Estados Unidos,” disse Pia.

"Independe do placar e do que vai acontecer nos três jogos, nós vamos ter mais respostas", afirma Pia sobre She Believes - Olimpia Sports
Ivana Fuso em treino com a Seleção Feminina | Fotos: Sam Robles / CBF

Uma das novidades na convocação de Pia Sundhage é a meia Ivana Fuso, de 19 anos. A jogadora tem múltipla nacionalidade, sendo brasileira, italiana e alemã. Ela se junta a Giovanna Queiroz, outro jovem talento que tem a possibilidade de escolher a seleção que quer defender. Na coletiva, Pia comentou sobre seu primeiro contato com a nova integrante da equipe.

“Encontrei com Ivana Fuso em alguns treinos e ela é muito boa e tem uma técnica muito diferenciada. Elá é rápida, um pouco diferente porque ela está habituada de forma europeia, especialmente alemã. Ela vai jogar, ainda não sei em quais jogos, mas eu realmente quero vê-la jogando na Seleção Brasileira. Nós precisamos achar jogadoras que queiram contribuir com a Seleção Brasileira. É uma procura contínua de ver as opções e as boas sempre vão chegar aqui. Ainda não sabemos se ela e a Giovanna seguirão com o Brasil, mas o importante é que estão melhorando o jogo delas e contribuindo para a Seleção. Espero que elas escolham o Brasil,” finalizou.

Comentários

- Advertisment -"Independe do placar e do que vai acontecer nos três jogos, nós vamos ter mais respostas", afirma Pia sobre She Believes - Olimpia Sports

Últimas Notícias