Home Libertadores Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é...

Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é Bicampeã da Libertadores Feminina

-

A Ferroviária é campeã da Libertadores Feminina 2020. Depois de um jogo emocionante, com um pênalti marcado para cada lado, as Guerreiras Grená venceram por 2 a 1 o América de Cali e sagraram-se bicampeãs da competição. Os gols foram marcados por Sochor, Catalina Usme, para o América de Cali, e Aline Milene fechou a vitória brasileira. O Corinthians venceu o Universidad de Chile por 4 a 0 e ficou com o terceiro lugar da competição.

Já aos 7 minutos de partida Sochor abriu o placar em um frango da goleira colombiana. Depois da Guerreira Grená cobrar a falta em direção ao gol, a bola pica em frente a goleira, que não segura a bola firme, e ela entra devagarinho no canto esquerdo da goleira.

Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é Bicampeã da Libertadores Feminina - Olimpia Sports
Time comemora primeiro gol do Ferrinha junto com Sochor, autora do tento | Foto: Conmebol

Já aos 39 minutos, depois de um pênalti marcado pela juíza, Catalina Usme deixou tudo igual. A atacante chutou bem, tirou a goleira Luciana na paradinha e confirmou o gol para as Colombianas.

Na sequência, em um ataque rápido e certeiro, a juíza deixou uma falta na Aline passar marcou um pênalti para o Ferroviária. A próxima Aline Milene chutou e marcou o primeiro gol dela na competição. Ferroviária na frente mais uma vez.

O primeiro tempo foi equilibrado, mas com mais chances de gol para as brasileiras, que fizeram boas jogadas e contaram com a Luciana no gol, que fez defesas importantes.

Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é Bicampeã da Libertadores Feminina - Olimpia Sports
Luciana se adianta para frustrar mais um ataque do América de Cali | Foto: Conmebol

O América de Cali voltou melhor para o segundo tempo. O time se organizou e manteve a posse de bola. O Ferroviária tentou se defender como pode para segurar a vantagem no placar.

No início do segundo tempo o América de Cali chutou uma bola no travessão. Em um ataque rápido, a artilheira do time colombiano Manuela Gonzalez arrancou no mano a mano e chutou forte encobrindo a goleira Luciana, mas a sorte estava ao lado da brasileiras e a bola carimbou o travessão e voltou nos pés da zagueira do Ferrinha.

Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é Bicampeã da Libertadores Feminina - Olimpia Sports
Luciana, goleira do Ferroviária, foi o nome do jogo | Foto: Conmebol

Aos 20 minutos mais um ataque promissor das colombianas. Luciana se adianta e faz uma linda defesa. Usme deu um passe perfeito para Manuela, que fez uma grande partida. Catalina foi o detalhe do jogo, mas não foi o suficiente para fazer o América de Cali vencer o Ferroviária.

Castañeda colocou outra vez a bola no travessão depois de uma cobrança de falta do América de Cali. Na sequencia, Luciana fez uma defesa praticamente embaixo das traves. O final foi de muita pressão do América de Cali.

Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é Bicampeã da Libertadores Feminina - Olimpia Sports
Comemoração da Ferroviária | Foto: Conmebol

O Ferroviária chegou ao bicampeonato e é a primeira vez que uma mulher vence a competição como treinadora. Lindsay Camilla tem pouco mais de três meses de comando no time do time de Araraquara, e levou o Ferroviária de forma heróica ao título da Libertadores Feminina 2020.

Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é Bicampeã da Libertadores Feminina - Olimpia Sports

Comentários

- Advertisment -Ferroviária vence o América de Cali por 2 a 1 e é Bicampeã da Libertadores Feminina - Olimpia Sports

Últimas Notícias