Home Futebol Internacional cria Comitê Interno de Diversidade e Inclusão e coloca cláusula de...

Internacional cria Comitê Interno de Diversidade e Inclusão e coloca cláusula de conscientização no contrato de funcionários

-

O Sport Club Internacional, de Porto Alegre, anunciou nesta quinta-feira, 25, a criação de um Comitê Interno de Diversidade e Inclusão. A data foi escolhida por ser o Dia Nacional do Orgulho LGBTQIA+. Além disso, a direção Colorada decidiu colocar uma cláusula no contrato de trabalho de todos os funcionários, que deixa explícito o posicionamento da instituição em relação a práticas preconceituosas.

Cauê Vieira, vice-presidente de Relacionamento Social, diz que iniciativa é para reforçar que “mais do que não ser preconceituoso, o Inter busca conscientizar o seu público interno, sua torcida e a comunidade que é preciso dar um basta aos preconceitos de qualquer natureza. Firmar posição é obrigação de um Clube que tem penetração em milhões e milhões de pessoas”.

Os anúncios são passos importantes em direção a igualdade e a diversidade dentro do futebol, um esporte marcado pelo machismo e pela homofobia. Em texto divulgado pela assessoria de imprensa, o Internacional frisou a diversidade que faz o do time o Clube do Povo.

Internacional cria Comitê Interno de Diversidade e Inclusão e coloca cláusula de conscientização no contrato de funcionários - Olimpia Sports

“O Povo é formado por pretos, brancos, pardos, amarelos e indígenas. O povo é formado por homossexuais, héteros, bissexuais, transexuais, transgêneros, travestis… O Povo é formado por mulheres e homens, gaúchos e migrantes, brasileiros e imigrantes Na hora do gol, nas arquibancadas do Beira-Rio, nosso Povo é um só! Na hora do abraço, do grito pela vitória, do canto de apoio, da paixão incondicional, todas e todos somos um só corpo, um só Povo”, diz um trecho do texto divulgado.

Segundo o Inter, o Comitê Interno de Diversidade e Inclusão servirá para elaborar, executar e monitorar o andamento das ações que digam respeito ao preconceito de qualquer espécie. De acordo com Cauê Vieira, a iniciativa garante a existência de um órgão específico para gerenciar as diversidades e reforça a necessidade do assunto ser tratado com seriedade e comprometimento. 

“Ao criar esse comitê, o Clube demonstra que a diversidade passa a fazer parte da agenda da corporação de uma forma mais efetiva, uma vez que existem agentes dedicados ao assunto. Trabalharemos a diversidade e a inclusão no âmbito interno da instituição para garantir a força necessária ao propormos ações externas, com público e sociedade em geral. Dessa forma, pretendemos que o nosso Clube seja protagonista e referência entre clubes de futebol do país”, afirma. 

O comitê será coordenado pela conselheira e Diretora Feminina e de Inclusão Janice Cardoso. De acordo com o clube, uma das primeiras realizações será uma palestra para os colaboradores com Marcelo Carvalho, diretor do Observatório da Discriminação Racial no Futebol. Além disso, será feito o mapeamento de estatísticas, elaboração de plano de ação, definição de calendários, acompanhamento de execução e avaliação constante, além de reuniões mensais para debate dos temas.

Já a nova cláusula a ser colocada em todos os novos contratos de trabalho e de funcionários que tenham seu vínculo renovado com o Clube irá reiterar que o Inter, enquanto Clube do Povo, não tolera qualquer espécie de preconceito. 

“Através da colocação como cláusula de trabalho, todas e todos sob contrato com o Inter reconhecem que há a necessidade de mudança cultural no mundo do futebol, que o reflexo do preconceito da sociedade também se revela no mundo da bola e que isto precisa mudar. Esta iniciativa se soma às já existentes, como o número de denúncias exclusiva para questões de gênero no estádio, por exemplo”, explica Cauê Vieira.

Comentários

- Advertisment -Internacional cria Comitê Interno de Diversidade e Inclusão e coloca cláusula de conscientização no contrato de funcionários - Olimpia Sports

Últimas Notícias