Home Futebol Masculino Opinião: Dupla Grenal começa Brasileirão masculino precisando se reinventar

Opinião: Dupla Grenal começa Brasileirão masculino precisando se reinventar

-

O Brasileirão começou turbulento para a dupla Grenal. O Grêmio, com um jogo a menos, ainda não venceu. Foram dois jogos e duas derrotas. Já o Internacional empatou o primeiro compromisso, perdeu o segundo encontro de goleada e só venceu na última partida, contra o Bahia, em Salvador.

No meio dessas rodadas tivemos os jogos da Copa do Brasil e isso afetou muito o lado vermelho do estado. Miguel Angel Ramirez não resistiu à pressão e acabou sendo demitido após o Internacional ser eliminado da Copa do Brasil, pelo Vitória, no Beira-Rio. A goleada sofrida na segunda rodada do Brasileirão também pesou.

Ramirez já chegou em Porto Alegre ameaçado. Abel Braga conseguiu dar resultados, embora o desempenho não fosse bom. Miguel Angel foi contratado com antecedência. Teve tempo entre sua saída do Del Valle e sua chegada ao colorado para estudar profundamente o grupo de jogadores. Na prática, encontrou um grupo unido e que não estava disposto as grandes mudanças que o treinador tentou implementar. Em uma análise mais profunda vemos o Internacional refém de um vestiário fechado e acomodado que nunca levantou uma taça, embora tenha acumulado alguns vice-campeonatos.

No primeiro compromisso sem Ramirez o Internacional venceu o Bahia. Não fez um bom jogo, mas conseguiu a vitória em um pênalti discutível sofrido por Edenilson. O próprio meia bateu e converteu. Quem estava comandando a equipe era Osmar Loss. Devido ao novo regulamento do Brasileirão, que só permite a troca de um treinador, o colorado precisa acertar na modificação. Lisca, que deixou o América-MG, foi descartado pela direção. O nome de Aguirre ganha força, mas seria o nome certo?

Se no Internacional as mudanças estão sendo promovidas, no Grêmio o que vemos são jogos sonolentos. O tricolor se mostrou nulo no segundo encontro diante do Brasiliense, em Taguatinga, pela Copa do Brasil. Foi um jogo extremamente ruim. No final de semana, após superado parcialmente o surto de covid, o time que entrou em campo contra o Athletico-PR se mostrou tão lento quanto o que atuou na quinta-feira.

RS - FUTEBOL/TREINO GREMIO - ESPORTES - Jogadores do Gremio realizam treino durante a tarde desta segunda-feira, na preparação para o Campeonato Brasileiro 2021. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

A lentidão do time está no setor de meio campo, que sofreu com a ausência de Matheus Henrique e com a não utilização de Darlan pelo treinador. A escalação de Maicon e Lucas Silva ao lado de Thiago Santos não dá a agilidade que o Grêmio precisa na saída de bola. Um pouco mais a frente, Jean Pyerre precisa ter mais intensidade, o que não vem apresentando nas suas últimas atuações.

Elenco qualificado para apresentações melhores, o Grêmio tem. O que precisa agora é Tiago Nunes acertar as peças que tem a seu comando. Douglas Costa deve estrear em breve, mas será que ele será a solução de todos os problemas da equipe tricolor? Vale apenas apostar apenas nele? Certamente ele pode desequilibrar, mas outras opções precisam ser exploradas pelo técnico gremista.

Comentários

- Advertisment -Opinião: Dupla Grenal começa Brasileirão masculino precisando se reinventar - Olimpia Sports

Últimas Notícias