Home Atletismo Tatiane Raquel quebra o recorde brasileiro dos 3.000m com obstáculos

Tatiane Raquel quebra o recorde brasileiro dos 3.000m com obstáculos

-

Paranaense correu as eliminatórias em 9min36s43 e superou os 9min38s63 de Juliana Gomes dos Santos, que resistia desde 2016. Mesmo com o recorde, brasileira não avançou

A paranaense Tatiane Raquel da Silva quebrou na noite deste sábado, 31, no horário de Brasília, o recorde brasileiro dos 3.000 m com obstáculos durante as eliminatórias dos Jogos de Tóquio, no Estádio Olímpico do Japão. Ela completou a prova em 9min36s43, melhorando o tempo de 9min38s63, que pertencia a Juliana Gomes dos Santos desde 2016.

Tatiane, campeã brasileira e sul-americana da especialidade, terminou em sétimo na série 2 e em 28º no geral, fora da final da competição. “Foi uma experiência incrível,. São os meus primeiros Jogos Olímpicos. Estava correndo com grandes atletas que via pela televisão, e isso é fantástico. O calor atrapalhou um pouco, vi as meninas tentando se refrescar, mas faz parte. Deu recorde brasileiro e fiz o melhor”, disse a atleta. “Cada atleta reage de um jeito e fiquei anestesiada no início, mas quando entrei na prova e comecei a ver minhas adversárias, bateu o nervosismo e a sensação de realização pessoal. Treinei muito para estar aqui”, complementou.

A catarinense Simone Ponte Ferraz, a outra representante brasileira, completou a prova na 14ª colocação na série 1 e na 38ª na geral, com 10min00s92. “O pelotão largou forte e demorei para acertar as passadas e entrar na prova, muito técnica. Eu estava me preparando para a maratona, em Paipa, na Colômbia, quando a pandemia chegou. Aí resolvi me dedicar aos obstáculos e graças a Deus consegui a vaga olímpica. Paris é logo ali, quero estar mais preparada”, comentou.

Na qualificação do salto em distância, a catarinense Eliane Martins terminou em oitavo lugar no grupo B e em 18º no geral, com 6,43m, fora da final. A sérvia Ivana Spanovic obteve a melhor marca da fase, com 7 metros.

Nas eliminatórias dos 400m, o paulista Lucas Carvalho também não avançou. Ele ficou em sétimo na série 3, com 46s12. “Tentei fazer uma prova mais conservadora, mas não consegui fazer uma boa competição”, comentou o atleta, que passou mal após cruzar a linha de chegada. O norte-americano Michael Cherry foi o mais rápido, com 44s82.

Comentários

- Advertisment -Tatiane Raquel quebra o recorde brasileiro dos 3.000m com obstáculos - Olimpia Sports

Últimas Notícias