Home Paralimpíadas Atletas brasileiros disputam medalhas no primeiro dia dos Jogos Paralímpicos de Tóquio

Atletas brasileiros disputam medalhas no primeiro dia dos Jogos Paralímpicos de Tóquio

-

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio começaram com a cerimônia de abertura, realizada há pouco na capital japonesa. Durante a noite desta terça-feira, 24, e a madrugada de quarta, 25, – horário de Brasília -, haverá as primeiras competições e disputas por medalhas no megaevento.

A natação, segunda modalidade com mais representantes brasileiros no Japão, bem como a segunda que mais conquistou medalhas na história dos Jogos Paralímpicos para o Brasil – ficando atrás apenas do atletismo em ambos os quesitos -, estreia na noite desta terça-feira com grandes nomes do esporte nacional e mundial. As provas serão disputadas no Centro Aquático de Tóquio.

Maior medalhista brasileiro da história dos Jogos Paralímpicos, com 24 medalhas no total (14 de ouro, sete de prata e três de bronze), o nadador paulista Daniel Dias vai disputar a classificatória dos 200m livre, na classe S5 (atletas com limitações físicas-motoras), a partir das 21h.

O carioca Caio Amorim e o paulista Gabriel Cristiano Silva de Souza estarão nas classificatórias para os 100m livre (S8). Já Douglas Matera e Gabriel Bandeira vão competir nos 100m borboleta, sendo que Matera é da classe S13 (para deficiência visual) e Bandeira é da S14 (deficiência intelectual).  

Eric Tobera e Ronystony Cordeiro da Silva vão mergulhar na piscina para a disputa dos 50m peito (SB3), enquanto Gabriel Geraldo dos Santos Araújo e José Ronaldo da Silva nadarão os 100m costas – Araújo na classe S2 e Silva na S1. Já Phelipe Andrews Melo Rodrigues será o representante brasileiro nos 50m livre (classe S10).

Mulheres

O Brasil será representado por cinco mulheres na natação: Esthefany Rodrigues (200m livre – S5), Laila Suzigan Abate (50m livre – S6), Lucilene da Silva Sousa e Carol Santiago (100m  borboleta – S13) e Mariana Ribeiro (50m livre pela classe S10).

As finais da natação, neste primeiro dia de competição, estão previstas para começar às 5h de quarta, 25.

Classificação na natação

Além dos quatro estilos (livre, costas, peito e borboleta), os nadadores são divididos por tipos de deficiências. As classificações sempre começam com S (de swimming), sendo que o estilo peito também é representado pela letra B, ou seja, pela sigla SB. Do S1 ao S10, competem atletas com limitações físico-motoras. Do S11 ao S13, nadadores com deficiência visual. E, no S14, nadam os esportistas com deficiência intelectual. Quanto maior o grau de comprometimento, menor o número da classe.

Esgrima em cadeira de rodas 

Ainda na terça-feira, às 21h, terão início as disputas no esgrima em cadeira de rodas. Os brasileiros Vanderson Chaves (categoria B) e Mônica Santos (categoria A) serão os representantes brasileiros neste dia. A Seleção da modalidade ainda conta com mais dois atletas: Carminha Celestina De Oliveira (A) e Jovane Silva Guissone (B).

Classificação no esgrima

Os esgrimistas são divididos em três categorias: A (atletas com mobilidade no tronco; amputados ou com limitação de movimento), B (atletas com menor mobilidade no tronco e equilíbrio) e C (atletas com tetraplegia, com comprometimento do movimento do tronco, mãos e braços).

Tênis de mesa

 As qualificatórias do tênis de mesa também começam na noite desta terça, com 13 brasileiros na disputa: Danielle Rauen, Jennyfer Parinos, Luiz Felipe Manara, Joyce de Oliveira, Lethicia Lacerda, Marliane Amaral, David de Freitas, Carlos Carbinatti, Bruna Alexandre, Cátia Oliveira, Millena França, Israel Stroh e Paulo Salmin.

As partidas da modalidade neste primeiro dia serão divididas em dois períodos: das 21h do dia 24 às 2h30 do dia 25, além das 4h do dia 25 até as 10h da mesma data.

 Goalball

Ainda neste dia 24, a Seleção masculina de goalball estreia diante da Lituânia, a partir das 21h, pela primeira fase do Grupo A, enquanto a feminina encara os EUA, às 8h30 do dia 25, pelo Grupo D.

Vale destacar que a Seleção masculina é a atual bicampeã mundial da modalidade, sendo que a Lituânia é a sua maior rival. A classificação da equipe brasileira para os Jogos Paralímpicos se deu pelos resultados obtidos no Mundial de 2018 em Malmö, na Suécia. O Brasil também enfrentará na fase inicial da competição os Estados Unidos, prata na última edição dos Jogos, o anfitrião Japão, além da campeã africana, a Argélia.

No feminino, o Brasil busca sua primeira medalha paralímpica. Além dos EUA, bronze nos Jogos Rio 2016, a Seleção vai ter pela frente a poderosa Turquia, ouro nos Jogos Rio 2016 e vice-campeã mundial, o Japão e o Egito, que foi convidado para o lugar da Argélia, após as campeãs africanas renunciarem à vaga.

Transmissão

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 contarão com a transmissão ao vivo dos canais SporTV e da TV Brasil.

Comentários

- Advertisment -Atletas brasileiros disputam medalhas no primeiro dia dos Jogos Paralímpicos de Tóquio - Olimpia Sports

Últimas Notícias