Home Seleção Brasileira Pia garante Marta no ataque e quer seleção feminina mais imprevisível

Pia garante Marta no ataque e quer seleção feminina mais imprevisível

-

Amistoso contra Argentina, nesta sexta, 17, será 1º jogo após Tóquio

A partida desta sexta-feira, 17, às 16h (horário de Brasília), contra a Argentina, no estádio Amigão, em Campina Grande (PB), será o primeiro desafio da seleção feminina de futebol após a Olimpíada de Tóquio (Japão). Doze das 23 jogadoras que Pia Sundhage tem à disposição não estiveram na capital japonesa e cinco podem estrear pelo escrete canarinho. A técnica espera que as novas caras auxiliem nas mudanças que deseja implantar na forma do time jogar.Pia garante Marta no ataque e quer seleção feminina mais imprevisível - Olimpia SportsPia garante Marta no ataque e quer seleção feminina mais imprevisível - Olimpia Sports

“É normal cometer erros no começo [de um ciclo], mas é preciso tentar. Primeiro e principalmente, encontrar um jeito diferente de atacarmos, sermos mais imprevisíveis. Para fazer isso, temos de mexer na velocidade. Falo muito sobre velocidade do jogo, mas isso também significa que aquela que não estiver com a bola, precisa correr um pouco mais e fazer isso de uma forma que seja imprevisível. Espero que consigamos ver um pouco disso neste novo passo”, afirmou Pia em entrevista coletiva nesta quinta-feira, 16.

“Quando falo sobre o ataque [em Tóquio], acho que ele foi muito bem contra a Holanda [empate por 3 a 3, na primeira fase]. Quando digo que podemos fazer melhor, foi especificamente sobre o jogo contra o Canadá [0 a 0, nas quartas de final, com derrota brasileira nos pênaltis]. Temos trabalhado em jogadas de infiltração e balancear paciência e desafiar as linhas. Os treinos foram muito bons”, completou a técnica.

Apesar de não confirmar a escalação que mandará a campo, Pia afirmou que utilizará Marta como atacante. Na Olimpíada, a camisa 10 atuou como meio-campista, normalmente pelo lado esquerdo.

“Marta jogará na frente, buscando combinações com quem estiver ao lado. Será interessante buscar a melhor performance dela. É uma jogadora experiente. Inicialmente, pelo menos, quero vê-la próxima ao gol, da grande área, buscando aquele passe final”, explicou.

A seleção feminina está reunida desde segunda-feira, 13, em João Pessoa e vem treinando no estádio Almeidão, palco do segundo amistoso contra as argentinas, na segunda-feira, 20, também às 16h. Na atividade desta quinta, a técnica comandou um trabalho de cinco contra cinco, seguido por uma atividade coletiva onde espelhou a equipe titular desta sexta-feira. Por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a imprensa não teve acesso ao treinamento.

“Tivemos uma recepção fantástica [em João Pessoa]. As pessoas nos chamando, tirando fotos. Adoro isso. Imagina, então, quando a Marta entrou no hotel. É refrescante, assim como poder trabalhar com novas jogadoras. Estamos passando a ideia de jogo a elas. É algo que a [zagueira] Érika ouviu várias vezes, mas para a [lateral] Katrine, por exemplo, foi a primeira vez. Gosto da atmosfera e estou ansiosa para este jogo. Espero que já possamos ver algo um pouco diferente da Olimpíada”, concluiu Pia.

Comentários

- Advertisment -Pia garante Marta no ataque e quer seleção feminina mais imprevisível - Olimpia Sports

Últimas Notícias