Home Atletismo Triatlo Brasil conquista duas medalhas no Mundial de triatlo paralímpico nos Emirados Árabes

Brasil conquista duas medalhas no Mundial de triatlo paralímpico nos Emirados Árabes

-

Jéssica Pereira ficou com a medalha de prata e Ronan Cordeiro terminou com a terceira colocação

Os brasileiros Jéssica Ferreira e Ronan Cordeiro conquistaram a medalha de prata e bronze, respectivamente, no Mundial de triatlo paralímpico nesta sexta-feira, 5.11, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Ao todo, 120 atletas participaram da competição que fecha o calendário internacional da modalidade em 2021.

Quatro triatletas brasileiros participaram do Mundial: Jéssica Ferreira (PTWC – para cadeirantes), Carlos Viana (PTS5), Jorge Fonseca (PTS4) e Ronan Cordeiro (PTS5). No triatlo paralímpico, a prova disputada é sprint: 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida.

Jéssica Ferreira, natural de Jaboticabal (SP), completou a prova em 1h09min19s e conquistou a prata. A campeã foi a australiana Lauren Parker (01h05min24s). O bronze ficou com a espanhola Eva María Moral Pedrero (01h11min36s).

“Estou muito feliz, com uma sensação de virada de página! Por mais que o quarto lugar em Tóquio tenha sido uma boa colocação, não foi para um quarto que treinei por anos. Muitas pessoas encerraram o ciclo nos Jogos, mas eu só encerro agora. Para Paris são novas experiências, vou mais preparada e teremos ótimos resultados pela frente”, previu a triatleta que sofreu um acidente de carro em 2013 e ficou paraplégica.

Antes de viajar para o Mundial, Jéssica passou quatro semanas treinando no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. “Com a estrutura surreal do CT e todo o meu comprometimento, disciplina e foco, eu consegui concluir bem o ano apesar de tudo”, completou.

A segunda medalha brasileira no Mundial veio com o curitibano Ronan Cordeiro (da classe PTS5 – para deficiências físico-motoras). Com o tempo de 58min38s, ele conquistou a medalha de bronze. A prova foi definida nos segundos, já que o ouro ficou com o americano Chris Hammer (58min34s) e a prata com o russo (58min36s). Na mesma prova, Carlos Viana ficou em nono lugar com 1h03min00s. Na categoria PTS4, Jorge Fonseca ficou em quarto lugar ao completar a prova em 01h04min48s.

Volta por cima

Em julho, Jéssica teve parte das pernas e os pés queimados enquanto estava numa sauna durante a preparação em Portugal para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Após mais de 10 cirurgias, ela ficou em quarto lugar na capital japonesa. Em Abu Dhabi, ela encerrou o calendário de competições do ano com o sonhado pódio em grandes competições e já mira os Jogos de Paris 2024.

Comentários

- Advertisment -Brasil conquista duas medalhas no Mundial de triatlo paralímpico nos Emirados Árabes - Olimpia Sports

Últimas Notícias