HomeAtletismoBrasil receberá três sul-americanos de atletismo em 2022

Brasil receberá três sul-americanos de atletismo em 2022

-

O Cross Country será no Espírito Santo, em março, o Sub-18 em São Paulo, em setembro, e o Sub-23 no Paraná, entre setembro e outubro

O Brasil será a sede de três campeonatos sul-americanos em 2022. A novidade foi anunciada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) no domingo, 21, após reunião virtual das federações da área com a Atletismo Sul-Americano (ex-Consuldatle), realizada no sábado, 20.

A abertura do encontro de dirigentes sul-americanos foi feita pelo presidente da World Athletics, Sebastian Coe, que falou das medalhas ganhas pelo continente nos Jogos Olímpicos, com destaque para o brasileiro Alison dos Santos, bronze nos 400m com barreiras.

O Brasil receberá o Sul-Americano de Cross Country, em Serra, no Espírito Santo, no dia 27 de março de 2022. Havia outros países interessados inicialmente, mas o Brasil tinha candidatura consolidada que foi eleita com tranquilidade.

O Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), em São Paulo, será a sede do Sul-Americano Sub-18, de 9 a 11 de setembro – a categoria de entrada nas competições internacionais. Lima, no Peru, e Guayaquil, no Equador, também apresentaram candidaturas, mas a brasileira saiu vitoriosa.

O Sul-Americano Sub-23 será em Cascavel, no Paraná, de 30 de setembro a 2 de outubro, juntando participantes de uma categoria importante por reunir atletas que formarão a base para a seleção olímpica do Brasil em Paris-2024. O Brasil foi candidato único.

O Brasil se candidatou também a sede do Pan-Americano de Cross, mas a CBAt ainda está em negociação com a Associação Pan-Americana. Da mesma forma, poderá receber uma das etapas da Continental Tour da World Athletics, bem como a Colômbia e o Equador. Os eventos ainda estão em negociação com a WA e as federações dos três países para que haja sintonia de datas e provas. A competição soma pontos no Ranking Mundial e ajuda atletas que estiverem buscando índices para o Mundial de Oregon, nos EUA, em 2022.

O Brasil também é candidato a receber um challenge de marcha atlética, em apoio aos marchadores do País que têm grande potencial para Paris-2024, como Caio Bonfim, Matheus Correa e Érica Sena, que competiram nos Jogos de Tóquio.

Comentários

- Advertisment -spot_img

Últimas Notícias