HomeSeleção BrasileiraPia Sundhage projeta duelo contra a Finlândia no último jogo do Torneio...

Pia Sundhage projeta duelo contra a Finlândia no último jogo do Torneio Internacional da França

-

De olho na primeira vitória na competição, o Brasil entra em campo às 14h30, no Estádio Michel D’Ornano, em Caen (FRA).

Nesta terça-feira, 22, a Seleção Feminina encara a Finlândia no último desafio do Torneio Internacional da França. De olho na primeira vitória na competição, o Brasil entra em campo às 14h30, no Estádio Michel D’Ornano, em Caen (FRA). 

A Finlândia será uma novidade para a equipe brasileira. Na história, esse será apenas o segundo encontro entre as duas seleções. O primeiro foi em um amistoso em 1999, com vitória verde-amarela por 3 a 1. Seguir o retrospecto positivo é uma das motivações de Pia, que prega cautela e atenção nos contra-ataques das adversárias. 

“Estou ansiosa para jogar contra a Finlândia, elas jogam no 4-4-2 e é um time muito forte. Vai ser um jogo duro, com divididas e contra-ataques. e por isso, é muito bom jogar contra um adversário como esse. Precisamos conduzir mais a bola, por isso, a velocidade de jogo será importante”, destacou Pia, que aproveitou para destacar a estratégia brasileira.

“Vamos precisar conduzir mais a bola e ter mais velocidade nas tomadas de decisões, acertando os passes e não deixando a posse para elas. Teremos que achar o nosso ritmo, isso será o mais importante. Elas são boas nas bolas paradas e esse será um bom treino pra gente, para saber se estamos fazendo o certo na marcação. Essa também será uma nova chance de testar novas jogadoras, algumas delas já atuaram por muitos minutos, outras nem tanto”, finalizou. 

Diante da França, a Seleção Feminina teve muitos erros de passe na construção ofensiva. Uma das razões para a perda da posse de bola, segundo Pia, é o fato das jogadoras estarem no início de temporada e sem muitos treinos. Além disso, o estilo de jogo de marcação alta que as francesas impuseram dificultou a saída de bola brasileira. Para o duelo contra a Finlândia, a sueca pediu mais velocidade nas tomadas de decisões e compactação das jogadoras. 

“Tenho conversado com as jogadoras sobre como ficar mais com a bola. Elas são muito técnicas, mas não estão ainda atuando por seus clubes na temporada, esse é uma das razões para esses tantos erros de passe. Além disso, quando você joga contra bons times como a Holanda e a França, você precisa inverter o jogo com mais rapidez e isso começa desde a goleira, e vamos conduzindo a bola até termos certeza que temos espaços. Temos que seguir o que a gente vem trabalhando, ter mais jogos como esses será muito importante pra gente afinar essa inversão de jogo e concluir os passes”, concluiu.

A França lidera o Torneio Internacional com 6 pontos em dois jogos, em seguida, está a Holanda que soma 4 pontos. Com 1 ponto, o Brasil está na terceira colocação, logo em quarto, vem a Finlândia, que ainda não somou nenhum ponto na competição. Logo após o jogo entre brasileiras e finlandesas, França e Holanda se enfrentam, às 17h10 (Horário de Brasília) para saber quem será o campeão do Torneio Internacional.

Comentários

- Advertisment -spot_img

Últimas Notícias