HomeSeleção BrasileiraSub-20Seleção Feminina Sub-20 vence o Volta Redonda Masculino Sub-13 por 3 a...

Seleção Feminina Sub-20 vence o Volta Redonda Masculino Sub-13 por 3 a 1

-

Na Granja Comary, a equipe comandada pela técnico Jonas Urias realizou o penúltimo jogo-treino antes da disputa do Sul-Americano Feminino Sub-20.

Na reta final de preparação, a Seleção Feminina Sub-20 realizou, nesta quarta-feira, 30, o penúltimo jogo-treino antes da disputa do Campeonato Sul-Americano da categoria. Na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), a equipe comandada pelo técnico Jonas Urias venceu o Volta Redonda Masculino Sub-13 por 3 a 1. Os gols brasileiros foram marcados por Luana, Yaya e Rafa Levis. 

Antes da viagem para o Chile para a disputa do Sul-Americano, a Seleção Sub-20 fará o seu último teste no sábado, 2, diante do Santos Volta Redonda Masculino Sub-15. 

O grupo encerra a preparação para o Sul-Americano na próxima segunda-feira, 4, quando viaja para o Chile para a estreia na competição. O primeiro compromisso do Brasil está marcado para o dia 07 de abril contra o Uruguai, no Estádio Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera (CHI).

Seleção Feminina Sub-20 vence o Volta Redonda Masculino Sub-13 por 3 a 1 - Olimpia Sports
Seleção Feminina Sub-20 vence o Volta Redonda FC Masculina Sub-13 por 3 a 0 | Créditos: Adriano Fontes/CBF

O Jogo

O primeiro tempo da partida foi equilibrado, o gol brasileiro veio apenas aos 35 min. A meia Luany foi a responsável por abrir o marcador. Não demorou para que Yaya ampliasse para a Canarinho já nos minutos finais da etapa inicial, aos 49 min. 

No início do segundo tempo, o Volta Redonda Masculino Sub-13 descontou com Gabriel Carreira, aos 5 min. A vitória da Seleção foi sacramentada com Rafa Levis que de pênalti fechou o marcador para o Brasil. Final vitória verde-amarela por 3 a 1.

Após o duelo, a auxiliar-técnica Jessica de Lima apontou as expectativas para o Sul-Americano e destacou a importância de realizar jogos-treinos antes da estreia na competição. 

“Estamos vivendo uma ansiedade boa para o Sul-Americano , já que na última edição na fase final começou a pandemia e não pudemos terminar a competição. Então, ficamos na preparação nesses dois anos esperando esse momento chegar e, agora, estamos bem próximas. Estamos fazendo dessa preparação a melhor possível, jogar contra os meninos nos traz a competitividade que estamos precisando, principalmente, em competições sul-americanas que sabemos que há um duelo muito físico e um jogo de contato. Acreditamos que os nosso jogos-treinos podem nos trazer muito dessas características que teremos na competição”, finaliza Jéssica. 

Comentários

- Advertisment -spot_img

Últimas Notícias