HomeSkateApós frustração, Pâmela Rosa inicia corrida por nova vaga olímpica

Após frustração, Pâmela Rosa inicia corrida por nova vaga olímpica

-

Atrapalhada pelas lesões em Tóquio, brasileira bicampeã mundial de skate promete brigar por medalha nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

A skatista Pâmela Rosa começa nesta sexta-feira, 1, a busca por um sonho: se classificar novamente para os Jogos Olímpicos e representar o Brasil em Paris 2024. Ela estreia no Pro Tour de Roma, na Itália, primeiro torneio que contará pontos na disputa pelas vagas.

E desta vez Pâmela espera realizar esse sonho sem a frustração que teve na participação em Tóquio 2020, quando competiu com uma séria lesão no tornozelo e não conseguiu se classificar para a final. A decepção da primeira experiência é algo que ela carrega como motivação no novo ciclo.

“Teve uma frustração por não conseguir voltar com medalha, mas todo mundo sabe que cheguei em Tóquio lesionada. Sem contar que não estava como meu treinador (Hamilton Freitas). Tenho certeza de que, se estivesse lá, eu iria para as finais. Acho que por tudo que aconteceu, esse aprendizado, e no fim do ano a coroação com o título mundial, fica aquela sensação de trabalhar com mais garra para esse novo ciclo olímpico em busca de uma medalha em Paris”, disse.

Pâmela Rosa é bicampeã mundial de skate e atual líder do ranking na categoria street. Mesmo com esse sucesso no cenário internacional, ela destaca a importância que os Jogos Olímpicos têm para a carreira.

“É o sonho de qualquer atleta. Em Tóquio foi a primeira vez, mas faltou a torcida na arquibancada. Tenho certeza de que em Paris será lindo. A atmosfera do skate com público é outra coisa. Os Jogos Olímpicos têm um significado especial para qualquer atleta. Vou seguir treinando para transformar esse sonho de medalha em realidade”, falou.

Por conta do posicionamento no ranking, Pâmela estreia no Pro Tour de Roma já nas quartas de final. Para ela, começar a corrida olímpica com bons resultados é fundamental na busca pela vaga, mas também para os outros desafios da temporada.

“É importante começar bem para ganhar ritmo e confiança para as próximas etapas que teremos no segundo semestre. Logo depois já vamos ter uma etapa da SLS em Jacksonville. Então começar acertando as manobras e colocando em prática o que foi treinado dá mais confiança para os desafios até dezembro”.

Nos últimos anos, sobretudo após os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, o skate se tornou ainda mais popular no Brasil e ganhou inúmeros simpatizantes e praticantes.

Pâmela é um dos expoentes do esporte no mundo e responsável direta pela evolução no país. Além da busca pelas medalhas e conquistas, ela também quer seguir sendo exemplo, sobretudo para as crianças.

“Acredito que teve um aumento de pessoas interessadas em consumir skate, canais de televisão transmitindo as competições, aconteceu um crescimento natural. Eu mais que dobrei o número de seguidores no meu Instagram após os Jogos Olímpicos. O mais importante foi descriminalizar o skate para as pessoas. O skate é um esporte como qualquer outro. Com regras, juízes, campeonatos, patrocinadores”, explicou.

“É justamente esse caminho que que levo para minha vida e quero passar para os mais novos. Quero continuar inspirando novas meninas e meninos a praticarem skate. É um motivo de orgulho!”, completou.

Comentários

- Advertisment -spot_img

Últimas Notícias