HomeSeleção BrasileiraConheça as campeãs da CONMEBOL Copa América 2022

Conheça as campeãs da CONMEBOL Copa América 2022

-

Uma a uma, saiba um pouco mais sobre as protagonistas da conquista do octogésimo campeonato da Canarinho

A Seleção Brasileira conquistou mais uma edição da Copa América Feminina. Com 18 estreantes na competição, o Brasil venceu a Colombia por 1 a 0 e conquistou seu oitavo título do torneio. Quer conhecer um pouco mais sobre cada uma das atletas que escreveram este novo capítulo na história da Seleção Feminina? Confira a seguir!

Goleiras

1. Lorena

Nome: Lorena da Silva Leite

Clube: Grêmio

Data de nascimento: 6/5/1997

Local: Ituverava (SP)

Figura carimbada em jogos pelas seleções de base, Lorena encarou sua primeira Copa América este ano. Aos 25 anos, a goleira é destaque no Grêmio, onde joga atualmente, e foi titular em todas as partidas da competição continental. Foi o primeiro torneio oficial da arqueira com a Amarelinha e ela já mostrou do que é capaz.

12. Natascha Honegger

Nome: Natascha Honegger

Clube: Flamengo

Data de nascimento: 27/09/1997

Local: Greifensee (Suíça)

A jogadora de 24 anos atua no Flamengo e está em sua primeira Copa América. Além disso, possui em seu currículo passagens por grandes clubes como o Corinthians e Paris FC e, também pela Seleção Sub-19 da Suiça.

22. Luciana

Nome: Luciana Maria Dionizio

Clube: Ferroviária

Data de nascimento: 24/07/1987

Local: Belo Horizonte (MG)

Disputando sua segunda Copa América, a goleira de 35 anos joga na Ferroviária, clube no qual ganhou diversos títulos, como a Libertadores, em 2021, e o Brasileirão Feminino Neoenergia, em 2020. Traz experiência a um elenco jovem e é uma peça de confiança da técnica Pia Sundhage.

Defensoras

3. Kathellen

Nome: Kathellen Sousa Feitoza

Clube: Internazionale Milano (Itália)

Data de nascimento: 26/04/1996

Local: São Vicente (SP)

A zagueira do Internacional de Milão já é figura carimbada na Seleção. Apesar de ser estreante na Copa América, Kathellen tem experiência com a Amarelinha e esteve no elenco que disputou a Copa do Mundo de 2019, na França.

4. Rafaelle 

Nome: Rafaelle Leone Carvalho Souza

Clube: Arsenal (Inglaterra)

Data de nascimento: 18/06/1991

Local: Cipó (BA)

Capitã do título, Rafaelle é uma das lideranças neste novo momento da Seleção Brasileira. Atuando no Arsenal, a zagueira está na sua segunda Copa América. Além disso, já participou de duas Copas do Mundo e dois Jogos Olímpicos pelo Brasil.

15. Tainara 

Nome: Tainara de Souza Silva

Clube: Bayern de Munique (Alemanha)

Data de nascimento: 21/04/1999

Local: Brasília (DF)

A primeira brasileira da história a ser contratada pelo Bayern de Munique também tem passagens pelas Seleções de base do Brasil. Aos 23 anos, Tainara é mais uma estreante na Copa América e fez dupla de zaga com Rafaelle em algumas partidas. 

2. Letícia

Nome: Letícia Santos de Oliveira

Clube: Eintracht Frankfurt (Alemanha)

Data de nascimento: 01/12/1994

Local: Atibaia (SP)

Lateral direita de 28 anos, Letícia atua no Eintracht, da Alemanha. Começou na base da Seleção e logo ganhou espaço na equipe de Pia Sundhage. Com participações na Copa do Mundo e Olimpíadas, ela está na sua primeira Copa América.

6. Tamires

Nome: Tamires Cássia Dias de Britto

Clube: Corinthians

Data de nascimento: 10/10/1987

Local: Caeté (MG)

Veterana na Seleção, a lateral esquerda do Corinthians disputou duas Copas do Mundo, dois Jogos Olímpicos e está em sua terceira Copa América. É certeza de criatividade e boas jogadas pela ala, e pode atuar tanto na linha de defesa como mais avançada, papel que costuma fazer mais no Timão. É uma das jogadoras mais vitoriosas da história do futebol brasileiro.

13. Antonia 

Nome: Antonia Ronnycleide da Costa Silva

Clube: Levante UD (Espanha)

Data de nascimento: 26/04/1994

Local: Pau dos Ferros (RN)

Antonia estreou como titular na Seleção Principal em 2020, no Torneio da França. Atualmente no OL Reign, dos Estados Unidos, a jovem de 22 anos trouxe versatilidade para o time em sua primeira Copa América. Foi titular na lateral direita, mas também pode atuar como zagueira quando necessário.

20. Fernanda 

Nome: Fernanda Palermo Licen

Clube: São Paulo 

Data de nascimento: 18/08/1996

Local: Campinas (SP)

Campeã sul-Americana pela Seleção Feminina Sub-20 em 2015, Fê Palermo tem sete convocações com Pia Sundhage. Nesta Copa América, a jogadora do São Paulo atuou como lateral e zagueiro e deixou sua marca na partida contra o Peru.

Meio-campistas

5. Duda Santos

Nome: Adailma Aparecida da Silva dos Santos

Clube: Palmeiras

Data de nascimento: 24/03/1996

Local: Major Isidoro (AL)

Duda Santos participou de sua primeira Copa América. A meia do Palmeiras tem 26 anos e é um dos destaques do Verdão no Brasileirão Feminino Neoenergia, competição que o clube lidera nesta temporada.

8. Angelina

Nome: Angelina Alonso Costantino

Clube: OL Reign (Estados Unidos)

Data de nascimento: 26/01/2000

Local: Jersey City (Estados Unidos)

Apesar de estrear na Copa América apenas neste ano, Angelina já participou dos Jogos Olímpicos de 2020. Convocada para todas as seleções de base desde os 15 anos, ela possui passagens por Vasco, Santos e Palmeiras, e atualmente é parte do OL Reign, dos Estados Unidos. É uma das caras da renovação da Seleção Brasileira.

11. Adriana

Nome: Adriana Leal da Silva

Clube: Corinthians

Data de nascimento: 17/11/1996

Local: União (PI)

Artilheira e estreante na Copa América deste ano, Adriana chegou à Seleção Principal em 2017, para o Torneio Internacional da China. Goleadora, a meio-campista deixou X gols nesta edição e finalmente conseguiu viver um grande momento pela Seleção, já que, tanto na Copa do Mundo de 2019 quanto nos Jogos Olímpicos de 2020, teve o sonho adiado por lesões.

14. Duda Sampaio

Nome: Maria Eduarda Ferreira Sampaio

Clube: Internacional 

Data de nascimento: 18/05/2001

Local: Jequeri (MG)

Com apenas 21 anos, Duda Sampaio é destaque do Brasileirão Neoenergia deste ano. Considerada melhor jogadora dos meses de maio e junho, a meio-campista do Internacional fez seus primeiros jogos pela Seleção Principal nesta Copa América, e não decepcionou.

17. Ary Borges

Nome: Ariadina Alves Borges

Clube: Palmeiras 

Data de nascimento: 28/12/1999

Local: São Luís (MA)

Destaque da categoria de base desde 2018, Ary Borges se consolidou como uma opção para o meio de campo do time comandado por Pia Sundhage. Presença constante nas listas da sueca, a meia do Palmeiras fez dois gols na campanha do título.

21. Kerolin 

Nome: Kerolin Nicoli Israel Ferraz

Clube: North Carolina Courage (Estados Unidos)

Data de nascimento: 17/11/1999

Local: Bauru (SP)

Dona da camisa 21, Kerolin é ágil e veloz. Apesar da pouca idade, já tem bastante experiência e é uma das principais jogadoras da NWSL, liga estado-unidense de futebol. A atacante conquistou seu primeiro título oficial com a Seleção neste sábado.

23. Luana

Nome: Luana Bertolucci Paixão

Clube: Corinthians

Data de nascimento: 02/05/1993

Local: São Bernardo do Campo (SP)

Recentemente contratada pelo Corinthians, Luana vem de uma grave lesão e tem recuperado seu espaço na Seleção aos poucos. Em sua primeira Copa América, a meia, que tem passagem pelo Paris Saint-Germain, conquistou o título.

7. Gabi Portilho

Nome: Gabrielle Jordão Portilho

Clube: Corinthians

Data de nascimento: 18/07/1995

Local: Brasília (DF)

Craque do Cortinthians, Gabi Portilho é uma das novatas da Seleção. Com apenas cinco jogos disputados com a Amarelinha e três convocações com Pia Sundhage, ela estreiou na Copa América deste ano e foi eleita a melhor em campo na partida contra o Peru.

10. Duda

Nome: Maria Eduarda Francelino da Silva

Clube: Flamengo

Data de nascimento: 18/07/1995

Local: Recife (PE)

Camisa 10 do Flamengo, Maria Eduarda recebeu uma honra e responsabilidade na Seleção: a camisa 10 de Marta. Com a lesão da Rainha, a pesada camisa ficou com ela. Mas Duda tirou o peso de letra e foi bem sempre que acionada pela técnica Pia Sundhage. 

Atacantes

9. Debinha

Nome: Débora Cristiane de Oliveira

Clube: North Carolina Courage (Estados Unidos)

Data de nascimento: 20/10/1991

Local: Brasópolis (MG)

Em sua segunda Copa América, Debinha trouxe experiência e velocidade para a Seleção. Companheira de Kerolin no North Carolina, a atacante já participou de uma Copa do Mundo, dois Jogos Olímpicos e está em sua segunda participação na Copa América. É a artilheira da era Pia Sundhage e ultrapassou a marca de 50 gols com a Seleção na Copa América.

16. Bia Zaneratto

Nome: Beatriz Zaneratto João

Clube: Palmeiras

Data de nascimento: 17/12/1997

Local: Araraquara (SP)

Bia Zaneratto voltará da Copa América com história para contar. Aos 29 anos, ela conquistou mais um título para a conta, e ainda atingiu uma marca histórica: 100 jogos com a Seleção Brasileira. Atualmente, ela é destaque no Brasileirão Feminino Neoenergia, onde assumiu a vice-artilharia da competição com 8 gols pelo Palmeiras.

18. Geyse

Nome: Geyse da Silva Ferreira

Clube: Barcelona (Espanha)

Data de nascimento: 27/03/1998

Local: Maragogi (AL)

A camisa 18 da Canarinho estreou na Seleção Principal em 2017. Em sua primeira Copa América, Geyse deixou sua marca na partida contra o Peru, em que marcou um dos gols que garantiram a vitória Brasileira. A atacante também integrou a equipe brasileira na Copa do Mundo da França, em 2019, e foi recentemente contratada pelo Barcelona, da Espanha.

19. Gio Queiroz

Nome: Giovana Queiroz Costa

Clube: Barcelona (Espanha)

Data de nascimento: 21/06/2003

Local: São Paulo (SP)

Aos 19 anos, Gio já tem muita experiência. Estreante na Copa América, ela é uma das jogadoras mais jovens do elenco. No entanto, esteve no elenco que defendeu o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Após o título da Copa América, a atacante do Levante se prepara para outro desafio com a Amarelinha: ela está na lista de jogadoras convocadas pelo técnico Jonas Urias para a disputa da Copa do Mundo Feminina Sub-20.

Técnica – Pia Sundhage

Nome: Pia Mariane Sundhage

Data de Nascimento: 13/06/1960

Local: Ulricehamn (Suécia)

Ex-jogadora sueca, Pia Sundhage também é estreante na Copa América. Comandante da Seleção Brasileira desde 2019, a técnica conquistou seu primeiro título oficial pela Amarelinha. Com Pia, o Brasil disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. A campanha na Copa América garante as vagas justamente para os maiores desafios da treinadora neste ciclo: a Copa do Mundo FIFA de 2023 e os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

Presidente da CBF: Ednaldo Rodrigues

Comissão Técnica

Supervisora de Futebol Feminino: Ana Lorena Marche

Auxiliar Técnica: Lilie Person

Auxiliar Técnico: Anders Johansson

Auxiliar Técnica: Beatriz Vaz

Supervisor: Miguel Ernesto

Administradora: Mayara Bordin

Preparador Físico: Fábio Guerreiro

Preparador de Goleiras: Thiago Mehl

Médico: Nemi Sabeh

Fisioterapeuta: Ariane Falavinia

Fisioterapeuta: Gustavo Perlato

Fisiologista: Luciano Capelli

Analista de Desempenho: André Batista

Analista de Desempenho: Vanessa Fernanda

Psicóloga: Marina Gusson

Assessora de Imprensa: Laura Zago

Roupeiro: André Luis

CBF TV: Leto Ribas

Fotógrafa: Thais Magalhães

Chefe de Cozinha: Jaime Maciel

Segurança: Cristiane Costa

Segurança: Sandra Koshino

Comentários

- Advertisment -spot_img

Últimas Notícias